Conecte-se conosco

Estado

Jovem que deixou recém-nascido morto na lixeira diz não saber que estava grávida

07/01/2020 - 17h58min

Canoas – A adolescente de 15 anos que abandonou o cadáver de um recém-nascido em uma lixeira da Unidade de Pronto Atendimento do Boqueirão, no último dia 1º, prestou um novo depoimento à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), nesta segunda-feira, 6, e afirmou não saber que estava grávida.

De acordo com o delegado Pablo Rocha, ainda não se o bebê nasceu morto ou se morreu após ser descartado. Dependendo do laudo apresentado pelo Instituto Geral de Perícias (IGP), que deverá ser divulgado na próxima semana, a jovem pode ser indiciada por homicídio.

O caso

A adolescente chegou ao posto por volta das 7 horas, acompanhada da mãe, afirmando estar sentindo dores abdominais e com sangramento. Antes de ser atendida por um médico, a menina foi ao banheiro. Uma enfermeira que foi ao local pouco após encontrou o bebê em uma lixeira e chão ensanguentado.

Ainda conforme o delegado Rocha, os médicos da UPA ainda tentaram ressuscitar o recém-nascido, mas sem sucesso. Rocha aponta que provavelmente nem a mãe da adolescente sabia da gravidez da filha.

Conteúdo EXCLUSIVO para assinantes

Faça sua assinatura digital e tenha acesso ilimitado ao site.