Conecte-se conosco

País

Celular conectado a carregador causa incêndio em apartamento

04/01/2020 - 09h18min

O superaquecimento de um celular que estava carregando provocou incêndio em um apartamento, em Santos, no litoral de São Paulo. Segundo o Corpo de Bombeiros, um grupo de turistas deixou o aparelho carregando no quarto e saiu. Ao voltarem, o imóvel estava em chamas. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.

O apartamento, no bairro da Pompeia, estava alugado para turistas que passariam a temporada na praia. “Eles acabaram deixando o celular carregando em cima de um colchão e saíram. E ontem estava muito calor, então as paredes aquecem e fica propício para isso”, disse o cabo Pontes, do Corpo de Bombeiros de Santos.

“É uma sequência de coisas, mas podemos dizer que deu um curto-circuito: um colchão cheio de espuma pode ter dado uma fagulha. É que nem você deixar o carregador ligado na tomada sem o celular, além de dar choque pode ocasionar um incêndio também, porque é quente e está passando energia”, completa.

No momento da confusão, os moradores do edifício tiveram que descer rapidamente pelas escadas, mas nenhum teve problemas. A Polícia Militar também compareceu ao local para dar apoio ao Corpo de Bombeiros, que conseguiu controlar as chamas rapidamente.

O quarto onde houve o início do incêndio e a sala ficaram parcialmente destruídos. Um apartamento no andar de baixo também ficou superaquecido devido ao calor, mas não chegou a pegar fogo.

Técnicos da Defesa Civil estiveram no local e avaliaram que não houve danos estruturais no imóvel e nem nos demais, apenas trincas nas paredes do próprio apartamento, ocasionadas pelo calor das chamas.

Créd. UOL

Conteúdo EXCLUSIVO para assinantes

Faça sua assinatura digital e tenha acesso ilimitado ao site.