Conecte-se conosco

Coluna Dois Irmãos

Dois Irmãos

13/02/2018 - 14h55min

Atualizada em 14/03/2018 - 14h48min

BOA MANOBRA

A administração iniciou o ano divulgando uma excelente notícia: 250 novas vagas nas creches de Dois Irmãos. Além disso, abrem outras 187 vagas, que são das crianças de quatro anos que deixam a Fadi e ingressam na escola. É uma ótima notícia e que bom que a Prefeitura está conseguindo absorver essa demanda, que é uma reivindicação antiga. Além das unidades da Fadi, a Jardim da Alegria, no Travessão, também recebeu uma “nova escola” e ampliação na antiga – ofertando mais vagas no bairro. A prefeita Tânia da Silva, em coletiva na semana passada, disse acreditar que a fila de espera pode ser zerada com as novas vagas abertas.

GESTANTES FORA

Diferente dos municípios da região, a partir de agora, as gestantes não entrarão mais na fila de espera das creches em Dois Irmãos. Ou seja, somente depois do registro de nascimento, a mãe irá inscrever seu filho recém-nascido. Com isso, a fila também irá diminuir. Os vereadores, principalmente da situação, comemoraram a notícia das vagas. É justo. Só considero antecipado já divulgar que Dois Irmãos zerou a fila. Nem a prefeita está afirmando isso, pois primeiro irá preencher as vagas – e somente depois terá a certeza que todas as crianças da fila terão a vaga assegurada. Se a fila for encerrada, que ótimo; se não for, terá alguns tendo que dizer que se antecipou em comemorar o aniversário antes do nascimento.

PRESIDENTE

Paulinho Gerhke comandou sua primeira sessão ordinária na Câmara de Vereadores. O clima foi bem diferente da noite da eleição, em dezembro do ano passado, quando em uma manobra com o PT/PDT e apoio de Elony, ele foi eleito – passando Fink, Quadri e a própria colega Eliane para trás. Coisas da política, que todos ali “da antiga” entendem e já passaram ou fizeram. Apesar da votação histórica – da maneira que foi – para um novato na política, Paulinho está conseguindo dar um bom andamento e o clima foi amistoso com os colegas de situação e oposição. Segundo ele, não está “devendo” favor para nenhum dos lados e continuará votando e agindo conforme sua opinião e vontade.

SAÚDE

Alguns vereadores retomaram os trabalhos de 2018 fazendo questionamentos aos serviços prestados pela Saúde, seja no hospital ou Postão 24 Horas. Escutando as queixas e ponderações, fiquei pensando: pena que a mesma preocupação às vezes não acontece com casos graves e que chegam até ganhar repercussão. Pena mesmo! Talvez quando o problema é maior, é mais fácil ficar estagnado.

Conteúdo EXCLUSIVO para assinantes

Faça sua assinatura digital e tenha acesso ilimitado ao site.